Violência em marcha de solidariedade com Gaza

Pelo menos dois palestinianos morreram e 200 ficaram feridos na Cisjordânia durante protestos contra a operação militar na Faixa de Gaza.

Foram mais de dez mil os palestinianos que durante a noite marcharam pelas ruas de Ramallah em direção a Jerusalém Oriental. Mas a marcha foi intercetada pelas forças de segurança israelitas. Os dois lados terão trocado tiros, tendo dois palestinianos morrido e mais de duas centenas ficado feridos.

Os manifestantes protestavam contra a operação israelita na Faixa de Gaza, controlada pelos integristas do Hamas desde 2007. Ontem um ataque israelita causou 15 mortos numa escola da ONU que servia de refúgio a várias famílias. Ao todo, desde o início da operação Margem Protetora, a 8 de julho, já morreram 800 palestinianos, na sua maioria civis, e 35 israelitas.

Os líderes palestinianos na Cisjordânia, governada pela Fatah do presidente Mahmud Abbas, convocaram para hoje um "dia de raiva" em solidariedade com os habitantes de Gaza.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG