Regime acusa rebeldes de usarem arma química

O regime sírio acusou os rebeldes de terem disparado um míssil com uma cabeça química na província de Alepo, matando 15 pessoas, anunciou a agência oficial SANA.

"Os terroristas lançaram um míssil contendo produtos químicos na região de Khan al-Assal na província de Alepo, matando 15 pessoas, na maioria civis2, indicou a SANA.

Esta é a primeira vez que o regime do Presidente Bashar al-Assad faz uma acusação deste género contra os "terroristas", termo que usa para designar os rebeldes que lutam contra o Governo de Damasco.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG