Rebeldes tomam consulado em Mossul e raptam cônsul

Rebeldes tomaram hoje o consulado turco na cidade iraquiana de Mossul e sequestraram o chefe da missão diplomática e 24 funcionários, disse um responsável da polícia.

"Membros da EIIL (Estado Islâmico do Iraque e do Levante) conseguiram raptar o cônsul turco e 24 dos seus guardas e assistentes" disse a mesma fonte, referindo-se ao grupo jihadista que na terça-feira tomou o controlo de toda a província de Ninive.

O responsável afirmou ter falado com um dos raptores, que disse que as pessoas raptadas "estão em segurança" e serão levadas para "um local mais seguro".

Os sequestros surgem um dia depois de o consulado informar que os rebeldes do EIIL tinham raptado 28 camionistas turcos.

Num duro golpe para o governo xiita, os rebeldes liderados pelo EIIL tomaram na terça-feira o controlo de Mossul, da região de Ninive e de áreas de Kirkuk e Salaheddin.

A tomada de Mossul levou os EUA a manifestarem preocupação com a situação "extremamente séria" e a avisar que o EIIL é uma "ameaça para toda a região".

O EIIL é o grupo militante mais poderoso no Iraque e uma importante força na rebelião contra o presidente sírio Bashar al-Assad.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG