Morreu o ex-primeiro-ministro de Israel Ariel Sharon

Ariel Sharon, ex-primeiro-ministro de Israel e antigo homem forte da direita israelita, morreu aos 85 anos, após um coma de oito anos.

Arik, como era conhecido, ficará para a História como o artesão da invasão do Líbano em 1982, quando era ministro da Defesa, mas também como o primeiro-ministro que pôs fim aos colonatos da Faixa de Gaza em 2005.

Uma comissão de inquérito concluiu a sua responsabilidade por não ter previsto nem impedido os massacres nos campos de refugiados palestinianos de Sabra e Chatila, em Beirute, em setembro de 1982, realizados por uma milícia cristã aliada de Israel.

Na altura foi forçado a demitir-se, mas acabou por chegar à chefia do Governo em 2001, cargo para o qual foi reeleito em 2003.

Em dezembor de 2005, depois de já ter abandonado o Likud e formado o novo partido Kadima, sofre um pequeno derrame que o obriga a ser hospitalizado. Recupera, mas a 4 de janeiro do ano seguinte teve um acidente vascular cerebral que o atira para o coma, do qual nunca chegou a acordar.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG