Liberman quer mandado internacional contra Nasrallah

‘Der Spiegel’ revelou a possibilidade do Hezbollah estar por detrás da morte de Rafic Hariri.

O chefe da diplomacia israelita, Avigdor Lieberman, apelou ontem para que a comunidade internacional lance um mandado de captura internacional contra o líder do Hezbollah, Hassan Nasrallah, pelo seu alegado papel na morte do ex-primeiro-ministro libanês Rafic Hariri, em 2005.

“A comunidade internacional deverá lançar um mandado de captura contra ele e se esse não for o  caso ele deve ser detido à força”, disse Lieberman aos jornalistas.

O jornal alemão Der Spiegel revelou que o Tribunal Especial para o Líbano atribui a responsabilidade do atentado que matou Hariri e outras 22 pessoas às forças especiais do Hezbollah.

“Estas revelações deviam inquietar toda a comunidade internacional”, disse Lieberman. O Hezbollah indicou que estas informações são “fabulações que têm por objectivo influenciar a campanha eleitoral [para as legislativas do 7 de Junho] e fazer esquecer as informações sobre o desmantelamento das redes de espionagem que trabalham para Israel”.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG