Dois palestinianos mortos por tropas israelitas

Tropas israelitas mataram dois jovens palestinianos na sequência de confrontos na Cisjordânia, agravando a tensão horas antes da realização do funeral de um prisioneiro que morreu em Israel, informaram hoje as autoridades.

Os confrontos, que estalaram na noite de quarta-feira na cidade de Tulkarem (norte), surgem um dia depois do registo de violentos protestos na Cisjordânia, na sequência da morte numa prisão em Israel de Maisara Abu Hamdiyeh, um palestiniano que sofria de um cancro terminal.

O exército israelita disse que as tropas abriram fogo contra os manifestantes, depois de estes terem atacado um posto militar.

Fontes da segurança palestiniana indicaram que Amer Nassar, 16 anos, foi morto com tiros na cabeça, enquanto o seu primeiro, de 17, Naji Balbisi, cujo corpo foi encontrado às primeiras horas de hoje, apresentava ferimentos no peito.

Abu Hamdiyeh, de 64 anos, morreu, na manhã de terça-feira, no hospital Soroka, em Beersheva (sul de Israel), onde estava internado por se encontrar na fase terminal de um cancro.

O presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmud Abbas, acusou o Governo de Benjamin Netanyahu de responsabilidade na morte de Abu Hamdiyeh, condenado a prisão perpétua em 2002.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG