Ban Ki-Moon apela à unidade macional contra o terrorismo islâmico

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, apelou hoje aos líderes iraquianos a unirem-se contra as ameaças que afrontam o país, designadamente a atual ofensiva do terrorismo islâmico.

O secretário-geral da ONU está "muito preocupado com a deterioração da segurança" na cidade iraquiana de Mossul, segundo uma declaração hoje lida pelo seu porta-voz, Stephane Dujarric, citada pela agência espanhola EFE.

Mossul, a segunda cidade do país e capital da província de Ninive, foi conquistada pelo grupo radical Estado Islâmico do Iraque e do Levante, que pretende assumir também o controlo militar da província de Salahedín, a norte de Bagdade.

Ban condenou os atentados terroristas cometidos nos últimos dias em vários pontos do Iraque, sobretudo nas províncias de Ninive e de Salahedin, que causaram várias mortes e centenas de feridos.

O secretário-geral da ONU instou o governo central iraquiano e o governo regional curdo a cooperar no restabelecimento da segurança em Ninive e no envio de ajuda humanitária.

Lembrou ainda que todos os Estados-membros das Nações Unidas devem adotar as sanções impostas ao grupo radical Estado Islâmico do Iraque em resolução do Conselho de Segurança da ONU.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG