Autoridades apreendem dezenas de armas e de 'cocktails molotov'

As autoridades egípcias apreenderam, nas últimas horas, 69 armas de fogo, 10 granadas e 90 'cocktails molotov' durante várias operações de busca realizadas no Cairo, divulgou hoje a agência estatal egípcia Mena.

Foram também apreendidos coletes à prova de bala e 9.794 munições de distintos calibres.

A agência egípcia informou ainda que as forças de segurança detiveram, na quinta-feira à noite, seis homens na praça Mostafa Mahmoud, local que tem recebido nos últimos dias os protestos dos apoiantes do Presidente deposto Mohamed Morsi, que estavam na posse de 90 'cocktails molotov' (bomba incendiária de fabrico artesanal).

A televisão estatal egípcia informou entretanto que as forças de segurança prenderam hoje dentro de uma mesquita localizada no bairro de Imbaba, no Cairo, um homem, identificado como um engenheiro, que tinha mapas com informações detalhadas sobre todas as esquadras de polícia da capital egípcia.

O Egito está envolvido numa espiral de violência desde quarta-feira, depois de a polícia ter dispersado violentamente os apoiantes de Morsi, apoiado pela Irmandade Muçulmana, concentrados em praças da capital egípcia.

A onda de violência já causou pelo menos 578 mortos e 4.200 feridos, segundo os últimos dados oficiais do Governo, relativos aos incidentes de quarta-feira.

Os apoiantes do Presidente deposto Mohammed Morsi convocaram para hoje uma jornada "de raiva". Em reação, o exército egípcio aumentou o patrulhamento das ruas mais centrais do Cairo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG