Ataques aéreos destroem poços de petróleo

Os ataques aéreos realizados durante a noite pela coligação internacional liderada pelos Estados Unidos causaram a morte de 14 'jihadistas' do grupo Estado Islâmico (EI) e cinco civis e destruíram poços de petróleo.

Segundo o Pentágono, durante os ataques foram atingidos vários poços de petróleo. Os alvos foram escolhidos para eliminar as fontes de financiamento do EI e os danos são estimados em dois milhões de dólares por dia, avança a CNN.

Nos ataques de quarta-feira foram atingidos 12 alvos, adiantou o porta-voz do Pentágono, John Kirby, à CNN.

Destes ataques terão resultado 19 mortos. Segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, informou que os 14 militantes do EI foram mortos na província de Deir Ezzor e que os civis morreram nos ataques lançados sobre Hasakeh, no nordeste.

Os EUA e aliados árabes lançaram na madrugada de terça-feira raides aéreos contra posições do Estado Islâmico na Síria, abrindo uma nova frente de batalha contra o grupo 'jihadista' após mais de um mês de ataques aéreos no Iraque.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG