Ahmadinejad quer ser o "primeiro iraniano no espaço"

O presidente iraniano Mahmud Ahmadinejad disse hoje estar pronto para "ser o primeiro homem iraniano enviado ao espaço" aos estudiosos do ambicioso programa espacial do seu país, que pretende realizar um voo espacial com tripulação humana em 2020.

"A nossa juventude está determinada porque nos próximos quatro ou cinco anos enviaremos um homem ao espaço e tenho certeza que isso vai acontecer. Estou pronto para ser o primeiro iraniano a ser sacrificado pelos cientistas do meu país e a ir para o espaço, embora eu saiba que há um grande número de candidatos", brincou durante uma cerimónia hoje, em Teerão, em que foi divulgada a fabricação de dois novos satélites iranianos, segundo a agência de notícias IRNA.

O Irão, que no final de janeiro disse ter realizado um voo sub-orbital de uma cápsula contendo um pequeno macaco, quer enviar um homem ao espaço em 2020. No evento de hoje, Ahmadinejad participou da apresentação de dois pequenos satélites, 'Nahid' e 'Zohreh'.

'Nahid', um satélite de observação por câmaras equipado com painéis solares, deve ser colocado em órbita a entre 250 e 370 quilómetros de altitude, algo já feito pelos iranianos três vezes antes de 2009. Já o 'Zohreh' é um satélite geoestacionário de comunicações que deve ser colocado a uma altitude de 36 mil quilómetros, algo que o Irão ainda não tinha realizado. Nenhuma data de lançamento ainda foi revelada.

As grandes potências ocidentais e Israel estão preocupados com o programa espacial iraniano, suspeito de ter como objetivo desenvolver mísseis capazes de transportar uma potencial arma nuclear.

O Irão sempre afirmou que o seu programa espacial é pacífico e também que não tem a intenção de adquirir armas nucleares, o que também levanta suspeitas da comunidade internacional.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG