500 detidos nos distúrbios dos últimos 10 dias no Cairo

Mais de 500 pessoas foram detidas pelas forças de segurança egípcias durante os distúrbios que decorreram no centro do Cairo nos últimos dez dias, informou hoje o Ministério do Interior.

Num comunicado, o ministério assinalou que 60 dos detidos, que classificou de "agitadores", têm antecedentes criminais.

Indicou que o número total de feridos entre os agentes, desde o passado dia 19, é de 255, dos quais 35 apresentam ferimentos causados por balas.

Os distúrbios começaram nas proximidades da praça Tahrir, no centro da capital egípcia, durante um protesto a assinalar o primeiro aniversário dos confrontos entre manifestantes e polícia, que causaram 40 mortos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG