McCann procuram Maddie no território da antiga URSS

Os pais de Maddie, a menina inglesa que desapareceu no Algarve em 2007, procuram-na no território da antiga URSS com a ajuda de voluntários, escreve hoje o jornal eletrónico Life News.

Segundo este órgão de comunicação, German Perry, representante dos pais da criança, que coordena o trabalho dos voluntários, declarou que é "altamente provável" que Maddie tenha outro nome e talvez não fale inglês.

"Eu contactei com a organização de voluntários 'Procura de Crianças' da Rússia e enviei-lhes toda a informação sobre Maddie. Eu traduzi os cartazes para todas as línguas, porque ela pode estar em qualquer canto do mundo, incluindo na Rússia", declarou Perry ao jornal russo.

Dirigentes das organizações não-governamentais ucraniana e russa "Procura de Crianças Desaparecidas" confirmaram esta informação.

"Nós atualizámos os dados sobre a criança e estamos a enviá-los para toda a parte juntamente com os colegas russos. Entraram em contacto connosco depois de um homem moribundo ter reconhecido que participou no rapto da criança e isso significa que Maddie pode estar viva e encontrar-se nos nossos países", declarou Victor Ianko, dirigente da organização ucraniana "Procura de Crianças Desaparecidas".

Madeleine McCann desapareceu na noite de 03 de maio de 2007 do apartamento em Praia da Luz, no Algarve, Portugal, onde tinha sido deixada sozinha pelos pais com os seus dois irmãos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG