Mansão de "O Padrinho" está à venda por mais de 2 milhões de euros

A casa que serve de cenário às cenas do início do filme "O Padrinho", de Francis Ford Coppola, pode ser sua desde que tenha cerca de 2,3 milhões de euros para gastar.

Os jardins da mansão ficaram para a história por serem o palco da festa de casamento de Connie Corleone. A fachada foi usada de forma a parecer que aqui se faziam os famosos "negócios impossíveis de recusar". A mansão nova-iorquina que o realizador Francis Ford Coppola escolheu para ser a habitação do clã Corleone em "O Padrinho" (1972) está à venda.

O preço pedido é 2,895 milhões de dólares (cerca de 2,3 milhões de euros). Isto por um terreno com mais de dois mil metros quadrados, que inclui uma piscina de água salgada com estrutura em granito, bem como uma moradia de mais de 580 metros quadrados com cinco quartos, sete casas de banho, e até um ginásio.

A casa, localizada em Staten Island, Nova Iorque, foi construída em 1930 e totalmente recuperada em 2012. Em 1972, quando Coppola a escolheu para cenário, o interior era diferente. O realizador americano optou por não o utilizar no filme, que era então casa da família Norton há já 40 anos.

Os Norton venderam a propriedade em 2010, conta o jornal britânico The Guardian. Pouco depois aconteceram as renovações, cujo resultado pode ser visto em fotografias divulgadas em sites de agências imobiliárias, como a Connie Profaci Realty.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG