Malala estava na escola quando foi anunciado o prémio

A ativista paquistanesa Malala Yousafzai estava na escola de Birmingham, onde agora vive, quando foi anunciado que vencera o prémio Nobel da Paz, juntamente com o ativista indiano Kailash Satyarthi.

"Estava na escola como de costume", anunciou um porta-voz da Edelman, a poderosa agência de comunicação que trata da imagem da adolescente paquistanesa que em outubro de 2012 foi baleada pelos talibãs. Agora, aos 17 anos, Malala Yousafzai tornou-se num símbolo da luta pelo direito à educação, sobretudo das raparigas.

É por isso também simbólico que tenha sido na escola que Malala se encontrava quando o Comité Nobel norueguês anunciou, em Oslo, o seu nome como vencedora do Nobel da Paz. Malala frequenta a Edgaston High School de Birmingham desde março de 2013. A adolescente paquistanesa e a família vivem na segunda cidade de Inglaterra, que conta com uma importante comunidade paquistanesa, e onde a ativista foi operada em outubro de 2012, depois de ter sido baleada na cabeça por talibãs no autocarro que a levava à escola no Paquistão.

Desde a sua mudança para Inglaterra, Malala tornou-se numa estrela mundial e num ícone do direito à educação que já defendeu na ONU. Vencedora, entre outros, do prémio Sakharov do Parlamento Europeu, a adolescente contou a sua história no livro Eu, Malala - a MInha Luta pela Liberdade e Pelo Direito à Educação, escrito em parceria com a jornalista Christina Lamb.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG