Jantar da Casa Branca: Obama brinca com massagens de Biden e a nova "vida numa carrinha" de Hillary

No jantar anual dos correspondentes na Casa Branca, o presidente brincou com a mulher, o vice Joe Biden, e a favorita democrata a ser a sua sucessora, Hillary.

"Pareço tão velho que John Boehner já convidou Netanyahu para discursar no meu funeral", lançou Barack Obama diante de uma sala cheia no 89.º jantar dos correspondentes da Casa Branca, no hotel Hilton de Washington. O presidente norte-americano não hesitou em brincar com a sua idade e também com o convite do líder dos republicanos para o primeiro-ministro israelita discursar no Congresso, contra a vontade da Administração.

Por entre gargalhadas, Obama lá foi dizendo que a mulher, Michelle, ao contrário dele, está igual ao que era há seis anos. "O seu segredo? Fruta frescas e vegetais", brinca o presidente, aludindo ao empenho da primeira-dama numa alimentação saudável através do programa Let's Move.

Veja aqui o vídeo:

E continuou: "Para muitos americanos este ainda é um tempo de incerteza. Tenho uma amiga que, há apenas umas semanas, ganhava milhões, agora vive numa carrinha no Iowa". E nem foi preciso tocar no nome da sua ex-secretária de Estado, Hillary Clinton, favorita democrata à sua sucessão, para pôr a plateia a rir.

Obama começou a intervenção afirmando-se "relaxado", tudo graças às "massagens nos ombros de Joe Biden". E recomendou: "Deviam experimentar [pausa] Ah, já experimentaram!!!" Ou não fosse o vice-presidente americano conhecido por ter dificuldades em manter uma distância mínima em relação a alguns interlocutores.

A meio do discurso, Obama chama Luther, o seu "tradutor de raiva", interpretado pelo comediante Keegan-Michael Key.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG