Irão compromete-se em acordo sobre programa nuclear

O ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano, Mohammad Javad Zarif, afirmou ter mantido hoje "boas conversas" com a chefe da diplomacia europeia sobre o programa o nuclear e adiantou que Teerão se comprometeu a alcançar um acordo nesta matéria.

O Irão pretende progressos nesta matéria, garantiu Zarif, citado pela agência de notícias Belga, após um encontro com o homólogo belga, Didier Reynders.

O chefe da diplomacia iraniano afirmou-se "bastante otimista" após conversações, hoje, com a alta representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros, Catherine Ashton, de que o Irão e os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança das Nações unidas -- Reino Unido, China, França, Rússia e Estados Unidos -- mais a Alemanha poderão alcançar um acordo sobre o programa nuclear de Teerão até ao prazo estipulado de novembro.

Representantes da União Europeia avisaram que não haveria declarações sobre o encontro entre Ashton e Zarif, que descreveram como uma reunião "bastante normal".

O ministro iraniano deslocou-se a Bruxelas para "discutir o progresso feito até à data e como dar continuidade ao processo" após a última ronda de negociações em Viena no início deste ano, afirmou um porta-voz.

Ashton tem supervisionado as conversações entre o Irão e as maiores potências quanto à procura de um acordo que poderá pôr um fim à disputa, que dura há uma década, sobre o programa nuclear de Teerão.

O Ocidente suspeita que o Irão pretende adquirir armas nucleares, mas Teerão insiste que o programa tem apenas objetivos pacíficos.

O prazo inicialmente estipulado para julho foi ultrapassado sem que fosse alcançado um acordo, mas foi prorrogado para 24 de novembro.

Em troca de limitações às suas atividades nucleares, o Irão pretende que um vasto conjunto de sanções dos Estados Unidos, União Europeia e Nações Unidas seja levantado.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG