Zapatero reune com especialistas e tranquiliza pessoas

O primeiro-ministro espanhol enviou hoje uma mensagem de tranquilidade aos habitantes da ilha de El Hierro, no arquipélago das Canárias, perante a erupção submarina em curso, garantindo que todos os meios necessários serão disponibilizados para a região.

José Luiz Rodriguez Zapatero manteve hoje um encontro, de cerca de 90 minutos, com especialistas do Instituto Geográfico Nacional e da agência estatal de meteorologia para analisar a situação na ilha, onde está em curso desde a madrugada de segunda-feira uma erupção submarina. Todos os especialistas se pronunciaram sobre a possível evolução sísmica e vulcânica, que, segundo um comunicado do governo, se "moderou nos últimos dias pela libertação da pressão do magma".

Neste comunicado, o governo dá conta de ter feito uma reavaliação das medidas de protecção civil e emergência no terreno, explicando que continuará a aplicar o plano especial para o risco vulcânico da comunidade das Canárias. A população de La Restinga, 547 pessoas, é a que se encontra mais próxima da zona da erupção submarina, que não é visível à superfície mas que está a provocar actividade sísmica. Desde as 04:00 de segunda-feira que especialistas dizem estar a ocorrer uma erupção submarina, não visível à superfície por se localizar a cerca de dois mil metros de profundidade e a uma distância entre cinco e sete quilómetros da costa.

Desde Julho já foram registados em El Hierro mais de 9.600 sismos, o mais forte dos quais, na noite de sábado passado, alcançou uma magnitude de 4,3 na escala de Richter. Esta é a primeira erupção em Espanha desde 1971, quando ocorreu a erupção do vulcão Teneguia na ilha de La Palma, também no arquipélago das Canárias.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG