Tanques russos entraram hoje no leste da Ucrânia

O ministro ucraniano do Interior, Arsen Avakov, afirmou hoje à BBC que três tanques russos entraram em regiões separatistas do leste da Ucrânia, e que existem combates em curso.

Segundo Arsen Avakov, os tanques, assim como outros veículos militares e artilharia, entraram por um posto de controlo que se encontra nas mãos dos rebeldes pró-russos na região de Lugansk, antes de seguirem para a região de Donetsk.

Em Donetsk, os tanques terão seguido para a cidade de Snizhne, antes de chegarem à cidade de Horlivka, onde o exército ucraniano terá iniciado o combate com dois deles e destruído parte da coluna. "Estão a decorrer combates", afirmou Avakov que, salvaguardando que não pode "falar do resultado", informou que "parte desta coluna foi já destruída".

Segundo a sua assessora de imprensa, o Presidente ucraniano, Petro Poroshenko, terá declarado que o facto de tanques russos atravessarem a fronteira para território ucraniano é "inaceitável". A Rússia, por sua vez, na voz do ministro dos Negócios Estrangeiros, Serguei Lavrov, classificou as declarações de Avakov como "mais uma informação falsa".

Os rebeldes pró-russos não confirmaram as informações relativas aos tanques russos. Contudo, um dos rebeldes disse à agência de notícias russa, Ria-Novosti, que as forças pró-russas combatiam cerca de 40 tanques ucranianos a norte da cidade de Lugansk.

Foram publicados dois vídeos que mostram tanques nas ruas de uma cidade, apontada como Snizhne. Todavia, a fiabilidade de ambos não foi ainda confirmada.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG