Snowden quer "solução global" para "espionagem global"

O ex-técnico da NSA publicou hoje uma carta aberta no jornal alemão "Der Spiegel", onde defende uma "solução global" para limitar programas de vigilância, também globais, que atentam contra a vida privada e a liberdade de expressão.

Em carta aberta publicada este domingo pelo jornal alemão "Der Spiegel" Edward Snowden, o antigo técnico da Agência Nacional de Segurança (NSA) norte-americana, que revelou o program de espionagem global da agência e está atualmente exilado na Rússia , defendeu uma "solução global" que limite de forma legal estes programas de vigilância.

Na carta, com o título "Um manifesto pela verdade", Snowden refere que a sociedade "não pode esquecer que a espionagem em massa é um problema global e requer, por isso, uma solução global".

Segundo o norte-americano, os programas de espionagem global "são uma ameaça à vida privada" e à "liberdade de expressão", adiantando que "temos todos a obrigação moral de fazer com que as nossas leis e valores limitem estes programas de espionagem e defendam os direitos humanos".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG