Sarkozy diz que acusações de ex-PM líbio são infames

O Presidente francês qualificou hoje de "infâmia" as acusações feitas pelo ex-primeiro-ministro líbio Baghdadi al-Mahmudi sobre o financiamento da sua campanha em 2007.

"Ontem, o CNT, o governo líbio, disse que era falso, o tradutor do senhor Kadhafi disse que era falso, o destinatário da famosa transferêncis disse que era falso", afirmou Nicolas Sarkozy.

O Presidente francês adiantou ainda que as acusações de Baghdadi al-Mahmudi, preso na Tunísia, são "uma desgraça". "É grotesco", sublinhou.

"O ex-primeiro-ministro de Kadhafi, que eu ajudei, pode dizer o que quiser, toda a gente sabe que é uma farsa", acrescentou o chefe de Estado.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG