Saramago: Berlusconi é "vírus" e "delinquente"

O 'El País' divulga hoje mais duas fotos das famosas festas de Silvio Berlusconi. No jornal espanhol, José Saramago assina um artigo de opinião em que chama ao primeiro-ministro italiano "coisa" e "delinquente".

O advogado de Silvio Berlusconi já anunciou que vai processar o 'El País' pelas fotografias publicadas na última sexta-feira, que retratam festas numa villa do primeiro-ministro italiano na Sardenha, onde Berlusconi aparece acompanhado por jovens “pouco vestidas” e alguns hóspedes nus.

Um dos hóspedes será mesmo o ex-primeiro-ministro checo Mirek Topolanek, que disse ao diário checo Aktuálne.cz , citado pelo ‘El País’, “sou eu que apareço na fotografia. Mas é uma fotografia retocada, não é autêntica.”

O 'El País' publica agora mais duas fotografias do fotógrafo Antonello Zappadu. O autor das fotografias disse ontem à rádio colombiana Caracol que tem “mais medo de Berlusconi do que da guerrilha colombiana”.

A acompanhar as fotografias, o ‘El País’ tem, em grande exclusivo, um artigo de José Saramago que, do princípio ao fim, critica e insulta 'Il Cavaliere'.

"A coisa Berlusconi" é o título do texto, justificado logo na primeira frase: "Não vejo que outro nome lhe podia dar."

Para José Saramago, Berlusconi é uma coisa "perigosamente parecida com um ser humano, uma coisa que dá festas, organiza orgias e manda num país chamado Itália".

O Nobel português escreve ainda que o partido de Silvio Berlusconi "assaltou o poder" e que, "pior do que desobedecer às leis, é mandar fabricá-las para salvaguardar os seus interesses públicos e privados, de político, empresário e acompanhante de menores"

Entre "coisa", "doença" e "vírus", Saramago argumenta que "os valores básicos da convivência humana são pisados todos os dias pelas patas viscosas da coisa Berlusconi". E termina perguntando se os italianos irão continuar a permitir que tal aconteça.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG