Quatro jovens viviam enclausurados em apartamento

Uma família com quatro jovens, de 20, 19, 17 e 14 anos de idade foi descoberta a viver enclausurada num apartamento delapidado em Saint-Nazaire, no oeste de França.

A descoberta foi feita pelos bombeiros, tendo sido confirmada pela polícia e por fontes judiciais. Já foi iniciada uma investigação para analisar as obrigações parentais.

De acordo com as mesmas fontes, os jovens apresentam atrasos no desenvolvimento, já que viviam fechadas na habitação. O apartamento estaria em estado avançado de deterioração, com mofo nas paredes e tetos enegrecidos pela humidade. Para proteção civil foram colocados bloqueios nas portas exteriores.

Os quatro jovens, três raparigas e um rapaz, tiveram de ser hospitalizadas. A mãe, de 47 anos, que tomou a iniciativa de chamar os bombeiros foi colocada sob custódia, tendo sido libertada na terça-feira. O pai, de 51 anos, terá sido internado num hospital psiquiátrico.

"Há mais de dois anos que não os via", conta um vizinho à imprensa local. "Pensava que tinham ido embora", acrescentou. O escritório HLM, que geria o prédio de apartamentos onde a família foi descoberta diz não ter tido "nenhum sinal de advertência" sobre o que estava a acontecer.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG