Putin coloca tropas do centro da Rússia em alerta máximo

O presidente russo, Vladimir Putin, colocou em alerta máximo as tropas localizadas no centro da Rússia, disse hoje o ministro da Defesa russo, um dia depois de o Kremlin ter confirmado o reforço da presença militar na fronteira com a Ucrânia.

"De acordo com a sua ordem, desde as 11:00 de Moscovo (08:00 horas de Lisboa) as tropas da região militar central bem como as formações e unidades militares localizadas no seu território foram colocadas em alerta total de combate", disse o ministro da Defesa, Sergei Shoigu, citado pela agência noticiosa russa Interfax.

A decisão de Vladimir Putin surge numa altura em que na Ucrânia vigora um cessar-fogo unilateral de uma semana decretado pelo presidente Petro Porochenko para a região leste do país, cenário de combates entre forças ucranianas e separatistas pró-russos, que já provocaram centenas de mortos.

Guardas fronteiriços ucranianos disseram hoje que o cessar-fogo está a ser ignorado pelos separatistas pró-russos, que continuam a atacar as forças governamentais no leste do país.

Segundo o serviço ucraniano de guardas fronteiriços, três soldados ficaram feridos num ataque que durante a noite visou um dos postos de controlo na região de Donestk, quatro horas depois da entrada em vigor do cessar-fogo ordenado pelo presidente Petro Porochenko para permitir aos rebeldes depor as armas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG