Polícia russa desmantela organização terrorista islâmica

A polícia russa anunciou hoje a detenção, na capital russa, de seis membros do Partido do Renascimento Islâmico, força política proibida na Rússia, e a apreensão de armamento.

"Foi posto fim à atividade da organização religiosa internacional Partido do Renascimento Islâmico, considerada terrorista pelo Supremo Tribunal da Rússia e proibida no território do país", lê-se num comunicado publicado pelo Ministério do Interior.

A polícia afirma que os detidos tentavam recrutar militantes para a organização nas mesquitas de Moscovo e difundiam "literatura extremista".

Durante buscas realizadas após a detenção, a polícia afirma ter apreendido nove granadas, armas, munições, literatura extremista e manuais de recrutamento de militantes islamistas.

"As buscas continuam", frisa o comunicado.

Em Moscovo reside uma numerosa comunidade islâmica que, nos últimos anos, tem aumentado consideravelmente devido à chegada de milhares de imigrantes das antigas repúblicas soviéticas da Ásia Central.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG