Polícia em alerta contra eventual 'serial killer'

A polícia francesa está em estado de alerta após a morte de uma mulher em Grigny, nos arredores sul de Paris. As forças de segurança temem que se esteja perante um assassino solitário, como foi o caso de Mohamed Merah.

A vítima de Grigny era uma mulher, de 47 anos, de origem argelina. Segundo a polícia, esta mãe de família foi mortalmente alvejada, na quinta-feira, quando se encontrava à entrada do prédio onde vivia no bairro da Grande-Borne, zona desfavorecida nos arredores de Paris. O assassino fazia-se transportar numa moto ou numa scooter e pôs-se em fuga.

Este é o quarto crime do género ocorridos nos arredores da capital francesa desde Novembro e, segundo fontes ligadas à investigação, foram todos cometidos com a mesma arma.

A polícia não estabeleceu qualquer ligação entre estes crimes e os cometidos em Toulouse e Montauban por Merah, o jovem francês de origem argelina, que matou sete pessoas. Mas as forças de segurança temem que se esteja perante um outro 'lobo solitário'.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG