PM pede moderação à classe política e à opinião pública

O Primeiro-ministro norueguês pediu hoje aos líderes políticos mas também aos líderes de opinião para terem alguma contenção nas palavras, num momento em que a Noruega tenta ultrapassar o trauma de um duplo atentado, que fez 77 mortos.

Jens Stoltenberg discursava numa sessão do Parlamento norueguês, em Oslo, onde foram homenageadas as vítimas mortais dos ataques do passado dia 22 de Julho. Apesar de não ter destacado um grupo específico, o chefe de Governo norueguês defendeu que os atentados deram um motivo para reflectir sobre "tudo o que pensamos, afirmamos e escrevermos", numa alusão às frequentes discussões, por vezes duras, sobre as questões da imigração naquele país.

"Todos temos alguma coisa a apreender desta tragédia. Todos temos a necessidade de dizer que estávamos errados e seremos respeitados por isso", afirmou Stoltenberg. Uma postura que, segundo o primeiro-ministro, pode aplicar-se aos políticos, aos profissionais de comunicação social, mas também às conversas do dia-a-dia e à Internet. "A nossa promessa é que teremos sempre presente o espírito do 22 de Julho durante o cumprimento da prática política. Iremos agir com a mesma sabedoria e com o mesmo respeito que marcaram o comportamento do povo norueguês", afirmou Stoltenberg.

Os partidos noruegueses acordaram adiar até meados deste mês a campanha para as eleições locais, cuja realização está prevista para Setembro. Os dois ataques foram perpetrados pelo extremista de direita Anders Behring Breivik, de 32 anos. Breivik reconheceu na segunda-feira passada diante do tribunal a autoria dos dois atentados que tiveram como alvo a sede do governo norueguês, no centro de Oslo, e um acampamento de jovens do Partido Trabalhista norueguês, realizado na ilha de Utoya, perto da capital norueguesa. No próximo dia 21 de Agosto, a Noruega irá prestar uma homenagem, a nível nacional, a todas as vítimas mortais do duplo atentado, mas também às respectivas famílias e a todos os profissionais que prestaram o auxílio necessário naquela ocasião.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG