PM: Massacre de há uma semana foi "ataque à democracia"

O duplo atentado perpetrado há uma semana na Noruega foi "um ataque contra a democracia" norueguesa, afirmou hoje o primeiro-ministro, Jens Stoltenberg, numa cerimónia perante membros do partido trabalhista.

Os participantes nesta cerimónia de homenagem às vítimas exibiram rosas e fizeram um minuto de silêncio.

"As balas atingiram os nossos jovens, mas também atingiram uma nação inteira", afirmou Stoltenberg em alusão às vítimas do massacre na ilha de Utoya, onde decorria uma universidade de verão da juventude trabalhista. Um ataque contra a participação política é um ataque contra a nossa democracia", afirmou.

Anders Behring Breivik, de 32 anos, confessou ser o autor dos disparos na ilha, que fizeram 68 mortos, e de um atentado com um carro armadilhado junto à sede do Governo que provocou oito vítimas mortais.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG