Pai de Breivik planeia publicar livro sobre o filho

Jens Breivik, pai do assassino confesso Anders Breivik, planeia publicar um livro sobre o filho um ano depois dos ataques duplos na ilha de Utoya e em Oslo, dos quais resultaram 77 mortos, foi hoje anunciado.

A rádio norueguesa p4 referiu, citando o próprio, que Jens Breivik, de 76 anos, já escreveu um manuscrito sobre o filho, mas que este foi devolvido pelas maiores editoras norueguesas.

No entanto, as maiores editoras norueguesas indicaram que não tinham recebido qualquer proposta de Jen Breivik, sublinhou a radio p4.

Breivik, de 33 anos, confessou ter assassinado 69 pessoas num campo de juventude de verão na ilha de Utoya e outras oito pessoas num ataque à bomba em Oslo a 22 de julho do ano passado, mas pediu para ser ilibado das acusações de terrorismo, alegando que estava a defender a Noruega do multiculturalismo e da imigração.

Dois dias depois do ataque, o pai, um antigo diplomata que referiu ter perdido o contacto com o filho há 18 anos, afirmou que quando reconheceu o filho nas fotografias divulgadas pelos media mundiais, desejou que Anders Breivik também se tivesse suicidado.

Breivik, que deverá conhecer a sentença do julgamento a 24 de agosto, poderá passar o resto da vida num hospital psiquiátrico se for considerado mentalmente doente.

Se for considerado são, Breivik cumprirá uma pena de prisão que no máximo poderá atingir 21 anos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG