Oito milhões de moedas atiradas frente ao parlamento

Foram 15 as toneladas de moedas de cinco cêntimos que os defensores de um referendo por um rendimento mínimo para todos lançaram hoje nas ruas frente ao Parlamento suíço, em Berna.

Os organizadores da iniciativa alugaram um camião que descarregou a preciosa mercadoria na rua. Eram oito milhões de moedas de cinco cêntimos (uma para cada habitante), que pesavam 15 toneladas e que valiam 400 mil francos suíços ( 325 mil euros).

Estes militantes defendem um rendimento mínimo de 2500 francos suíços (2036 euros) para todos. Conseguiram reunir 125 mil assinaturas a favor da causa, mais do que as 100 mil necessárias para exigir um referendo naquele país.

De acordo com os defensores desta causa, um rendimento mínimo para todos permitirá repensar a longo prazo o funcionamento da sociedade e a relação de cada um com o trabalho. "Por agora é uma utopia, mas trata-se de torná-la uma realidade. Temos a oportunidade, na Suíça, de tornar realidade uma utopia", defendeu Oswald Sigg, ex-funcionário público, citado pela France Press.

Segundo a proposta, este rendimento mínimo seria financiado por vários impostos e por uma distribuição de parte dos impostos sobre os salários.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG