Líder do Partido Popular Europeu deseja "reforma feliz"

O líder do grupo político do Partido Popular Europeu (PPE), o eurodeputado francês Joseph Daul, desejou hoje "uma reforma feliz" ao Papa Bento XVI, reagindo ao anúncio da sua resignação no próximo dia 28.

"Saudamos o Papa Bento XVI pela sua decisão, a sua bondade e o seu empenho na promoção de valores comuns de paz, liberdade e tolerância em todo o mundo", disse Daul num comunicado em que deseja ao bispo de Roma "uma reforma feliz e uma excelente saúde".

O Papa Bento XVI, 85 anos, anunciou hoje, durante um consistório no Vaticano, a sua resignação a partir dia 28 de fevereiro devido "à idade avançada".

Um novo papa será escolhido até à Páscoa, a 31 de março, disse o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, anunciando que um conclave deve ser organizado entre 15 e 20 dias após a resignação do pontífice.

O último chefe da Igreja Católica a renunciar foi Gregório XII, no século XV (1406-1415).

O PPE é o principal grupo político do Parlamento Europeu, com 270 eurodeputados, incluindo os portugueses eleitos pelo PSD e CDS.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG