Lapso leva à demissão do Senhor terrorismo

Bob Quick deixou-se fotografar com um documento secreto que precipitou o desmantelamento de uma rede ligada à al-Qaeda

O chefe da secção anti-terrorista da polícia britânica demitiu-se hoje depois de, por lapso, ter dado a conhecer informações que precipitaram o desmantelamento de uma rede de ligada à al-Qaeda.

Bob Quick foi fotografado quarta-feira à entrada para a residência do primeiro-ministro, o número 10 Downing Street, com uma folha onde se podia ler secreto e os nomes e moradas de 12 homens, dos quais doze paquistaneses com visto de estudantes, suspeitos de planearem um atentado bombista.

Quando deram conta da fuga de informação, as autoridades proibiram os media de publicarem a fotografia e precipitaram a operação de detenção dos suspeitos no nordeste de Inglaterra.

Perante a pressão da imprensa, o sub-comissário entregou a sua demissão ao mayor de Londres, Boris Johnson, que a aceitou apesar da “relutância”.

Quick será substituído por John Yates, o homem que liderou as investigações no caso da troca de financiamento aos partidos por lugares na câmaras dos lordes.

A operação anti-terrorista que sobressaltou ontem à tarde o Reino Unido prossegue revelaram as autoridades.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG