Kate ainda diz "olá" a Maddie duas vezes por dia

A mãe da menina desaparecida no Algarve há quatro anos vai lançar terça-feira um livro onde conta o pesadelo que tem sido a sua vida desde então.

Entre várias revelações, Kate McCann conta que duas vezes por dia vai ao quarto da filha dizer-lhe olá. E fala também das visões e dos sonhos horríveis que tem tido nos últimos quatro anos.

"Sinto que a Madeleine está viva e perto de nós. Mas a dor é incrível. Sou a mãe dela e quero trazê-la de novo para o conforto do nosso lar", diz numa passagem do livro publicada hoje no jornal "The Sun", acrescentando que um dos seus maiores receios é pensar que a filha "foi levada por um pedófilo".

Numa entrevista concedida à edição de hoje do jornal "The Sun", Kate confessa: "É horrível quando todas as noites vou para a cama e penso na noite em que ela desapareceu. Se uma filha morre num acidente de carro ou de cancro, os pais ficam em paz. Mas a Maddie continua desaparecida e precisa que os pais façam algo por ela".

Gerry McCann referiu ao "The Sun" que ele e a mulher vivem permanentemente com um sentimento de culpa. "Claro que nos sentimos culpados por a termos deixado sozinha no quarto, mas isso não nos vai devolver a Maddie Alguém entrou no nosso apartamento e levou-a".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG