Karadzic cumpre o prometido e boicota julgamento

Ex-líder dos sérvios da Bósnia acusado de crimes de guerra faltou à primeira sessão no Tribunal Penal Internacional.

Radovan Karadzic prometeu e cumpriu. O antigo líder dos sérvios da faltou esta manhã à primeira sessão do seu julgamento por genocídio, crimes de guerra e contra a humanidade. O juiz do tribunal de Haia adiou o caso para amanhã e apelou ao acusado que compareça.

Mas um dos advogados que aconselham Karadzic garantiu que ele não deve ceder porque precisa de mais nove meses para preparar a sua defesa e ler as mil páginas da acusação. Karadzic que se declarou inocente recusou ser representado por qualquer advogado e assumiu a sua própria defesa.

O sérvio foi detido no Verão de 2008 após 13 anos a monte. Ele era procurado pelas atrocidades cometidas contra muçulmanos e crotas durante a guerra da Bósnia nos anos 1990.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG