Juíz renuncia após ser apanhado a dormir num julgamento

Um juiz russo renunciou ao seu cargo depois a divulgação de um vídeo onde aparece a dormir durante um julgamento no qual o arguido acabou condenado a cinco anos em trabalhos sociais num estabelecimento prisional russo. O vídeo tornou-se um sucesso no YouTube.

O vídeo, em que o juiz Yevgeny Majno está a dormir enquanto o advogado do arguido fundamenta a defesa, provocou a ira dos críticos do sistema judicial russo, que também tem uma alta taxa de condenação.

"O Conselho de Qualificação de Juízes aceitou a renúncia de Majno", relatou a magistrada regional e membro do conselho de Valentina Pozharskaya e da agência RIA Novosti.

A filmagem, supostamente realizada durante um julgamento por fraude em julho passado, na cidade de Blagoveshchensk no extremo-leste do país, mostra Majno reclinado na cadeira dormindo com a cabeça inclinada para um lado.

Veja o vídeo:

O empresário condenado a cinco anos de trabalhos sociais num estabelecimento prisional vai ser julgado novamente a 14 de fevereiro, na sequência de um apelo por sentença "injusta", de acordo com a imprensa russa.

Os órgãos de comunicação russos acrescentam que o juiz Majno pode voltar ao seu cargo se realizar os exames necessários.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG