José Dirceu e Marcos Valério recorrem para o Supremo

Sete dos 25 condenados no processo do "mensalão" no Brasil apresentaram até agora recurso contestando a decisão, de acordo com a assessoria de comunicação do Supremo Tribunal Federal (STF) brasileiro. Entre eles o ex-ministro e o publicitário.

Entre os recursos apresentados estão o do ex-ministro José Dirceu, condenado a mais de 10 anos de prisão como o mentor do crime, e o do empresário e publicitário Marcos Valério, considerado o "operador" do esquema.

No caso de Valério, a defesa usa como estratégia o fato de o publicitário não possuir foro privilegiado. Os advogados pedem que o processo - avaliado pelo Supremo Tribunal Federal, a mais alta instância judicial do país - seja anulado e novamente julgado em primeira instância.

Já a defesa de Dirceu pede a substituição do juiz Joaquim Barbosa, atual presidente do STF, como o relator do processo.

Descoberto em 2005, durante o primeiro mandato do Governo de Lula da Silva, o esquema do "mensalão" consistia no pagamento ilegal a parlamentares da base aliada do Governo, em troca de apoio político.

O processo foi analisado pelo Supremo Tribunal Federal brasileiro entre agosto e dezembro do ano passado. A conclusão dos juízes levou à condenação de 25 dos 38 acusados.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG