Interrompidas negociações entre Ucrânia e Rússia

A Ucrânia e a Rússia falharam hoje um acordo nas negociações para evitar uma interrupção do fornecimento de gás russo, mas as duas partes vão voltar a reunir-se este domingo, disse o ministro ucraniano da Energia.

"Não foi encontrada qualquer solução e as negociações vão continuar no domingo de manhã", afirmou Iuri Prodan aos jornalistas, no final de uma reunião de cerca de duas horas, mediada pela União Europeia, na capital da Ucrânia.

A decisão de retomar as conversas no domingo foi tomada após sugestão do comissário europeu da Energia, Günter Oettinger, que também participou no encontro, segundo o ministro Prodan.

Oettinger disse aos jornalistas que a reunião começará às 09:30 (06:30 GMT).

Se as conversações falharam, a Ucrânia arrisca-se a deixar de receber os fundamentais fornecimentos de gás russo, já na segunda-feira, devido a uma amarga disputa por causa dos preços.

A Ucrânia recebe metade dos seus abastecimentos de gás da Rússia e transporta 15 por cento do gás consumido na Europa. Moscovo praticamente duplicou o preço que cobrava a Kiev na sequência da deposição do anterior Presidente ucraniano, Viktor Ianukovich, apoiado pelo Kremlin.

A Ucrânia afirmou este sábado, antes da ronda urgente de negociações, que estava preparada para pagar 1,95 mil milhões de dólares (1,45 mil milhões de euros) na segunda-feira de manhã se a Rússia concordasse em cortar o preço de 485,50 dólares para 326 dólares por mil metros cúbicos de gás. Moscovo reclama, no entanto, um preço de 385 dólares.

JH.// ATR

Lusa/fim

Este texto da agência Lusa foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG