Hollande quer governo económico europeu

"O ano II deve ser de ofensiva e essa ofensiva deve lançar uma iniciativa europeia. O meu dever é tirar a Europa da apatia e reduzir o descontentamento dos povos, o qual não pode comprometer o próprio futuro da União Europeia". Foi com estas palavras que o Presidente francês, François Hollande, abriu aquela que é a segunda grande conferência de imprensa do seu mandato no Eliseu.

Falando um dia depois de a França ter entrado oficialmente em recessão, o chefe do Estado, socialista, defendeu a instauração de "um governo económico" entre os países da União Europeia "que se reúna todos os meses em torno de um presidente de longa duração".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG