Guerra Fria já passou, diz Merkel aos EUA

A chanceler Angela Merkel lamentou hoje que a confiança entre os Estados Unidos e a Alemanha tenha diminuído, após revelações sobre suspeitas de espionagem.

"A ideia de que devemos sempre questionar-nos, quando trabalhamos em conjunto, se o que está à minha frente, talvez trabalhe ao mesmo tempo para outra pessoa, para mim não é uma relação de confiança", disse Merkel numa entrevista à televisão pública ZDF, que foi gravada hoje e será divulgada no domingo.

"Temos sobre isto pontos de vista diferentes e devemos falar sobre o assunto", disse ainda, adiantando que espera, "naturalmente, uma mudança" no comportamento dos Estados Unidos.

O governo alemão anunciou na quinta-feira a expulsão do chefe dos serviços secretos norte-americanos na Alemanha no âmbito de um caso de espionagem de responsáveis alemães a favor de Washington.

O caso agravou a tensão existente entre os Estados Unidos e a Alemanha desde as revelações o ano passado sobre escutas feitas pelos norte-americanos ao telemóvel da chanceler alemã, Angela Merkel.

"Já não vivemos na época da Guerra Fria em que, provavelmente, todos desconfiavam de todos", declarou Merkel à ZDF.

"Creio que os serviços secretos do século XXI devem concentrar-se nas coisas importantes e trabalhamos estreitamente com os norte-americanos. Desejo que assim continue", afirmou.

Merkel rejeitou uma vez mais por em questão as negociações sobre a Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento devido ao caso de espionagem.

Na sexta-feira, os Estados Unidos deram a entender que não apreciavam a reação das autoridades alemãs em relação ao caso de espionagem.

"Aliados com serviços de informações sofisticados, como os Estados Unidos e a Alemanha, compreendem com um certo grau de detalhe o que essas relações e essas atividades de informação implicam", declarou o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest.

"O modo mais eficaz de resolver os diferendos é através dos canais privados estabelecidos, não dos meios de comunicação social", sublinhou.

Mais Notícias