Gorbachev alerta para perigo de uma nova Guerra Fria

Num evento na capital alemã para assinalar os 25 anos da Queda do Muro de Berlim, o ex-líder soviético explicou que Rússia e Ucrânia colocaram o mundo à beira de uma nova Guerra Fria.

"Temos de garantir que conseguimos controlar as tensões que surgiram nos últimos tempos" entre Rússia e Ucrânia, garantiu MIkhail Gorbachev. Aos 83 anos, o ex-líder soviético participou num evento junto à Porta de Brandenburgo para assinalar os 25 anos da Queda do Muro do Berlim. Gorbachev, cujas reformas - a perestroika (reestruturação) e a glasnost (abertura) - ajudaram a pôr fim ao comunismo na União Soviética e na Europa de Leste em finais dos anos 80 e início dos 90, acusou o Ocidente de "triunfalismo" após o colapso do bloco comunista.

Gorbachev apelou ainda à construção de uma nova confiança na relação do Ocidente com Moscovo e pediu o levantamento das sanções contra a Rússia devido à sua intervenção na Ucrânia.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG