Exército ucraniano autorizado a recorrer às armas

O exército ucraniano está agora autorizado a recorrer às armas e a limitar a circulação, no quadro das medidas antiterroristas tomadas pelas autoridades para neutralizar os "extremistas" presentes entre os manifestantes, anunciou o Ministério da Defesa.

"As forças armadas têm o direito de utilizar as suas armas no quadro da operação antiterrorista", afirmou o Ministério em comunicado.

Os soldados poderão "limitar ou proibir a circulação de transportes e peões".

Os militares estão ainda autorizados a controlar as identidades e deter pessoas que tenham cometido "atos ilegais".

Os serviços de segurança ucranianos (SBU) anunciou o lançamento de uma operação "antiterrorista" em todo o país, sem esclarecer a natureza das medidas pensadas para pôr fim à violência que já fez 26 mortos em Kiev, pela qual acusam os grupos extremistas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG