Ex-primeiro-ministro quer saber se foi alvo de escutas

Gordon Brown terá pedido à polícia britânica Scotland Yard que investigue se o seu telemóvel foi alvo de escutas ilegais quando era ministro das Finanças no governo de Tony Blair.

Fontes próximas de Brown revelaram ao seminário "The Sunday Times" que o antigo chefe do executivo britânico pediu às autoridades para investigarem se o seu telemóvel particular fazia parte da lista de um detective privado contratado pelo tabloide "News of the World" para realizar escutas a famosos britânicos.

O chefe de comunicação do primeiro-ministro britânico David Cameron, Andy Coulson, que na ocasião do escândalo das escutas (2007) era director da redacção do "News of the World", não resistiu às pressões e esta sexta-feira demitiu-se do cargo que ocupava.

O "News of the World" contratou um detective para interceptar várias mensagens de telemóvel de personalidades britânicas, como do príncipe William, da actriz Gwyneth Paltrow ou do cantor George Michael.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG