DSK processa proxeneta por utilizar as suas iniciais

Dominique Strauss-Kahn vai recorrer à justiça para evitar que as suas iniciais sejam utilizadas como nome do novo estabelecimento do proxeneta francês, Dominique Alderweireld.

A inauguração do estabelecimento está agendada para hoje em Blaton, na Bélgica. Os advogados de Strauss-Kahn, os franceses Henri Leclerc, Frederique Baulieu e Richard Malka e os belgas Berenboom Alain e Michèle Hirsch, anunciaram o processo judicial através de um comunicado, explicando que as iniciais DSK identificam de imediato o antigo diretor do FMI.

Dominique Alderweireld não respondeu ao anúncio do processo judicial de Strauss-Kahn, mas à AFP diz que "comercialmente é fantástico" ter o nome de DSK no estabelecimento, explicando que irá empregar sete raparigas, incluindo um transexual.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG