DSK exige indemnização de um milhão a Nafissatou Diallo

Dominique Strauss-Khan apresentou queixa por difamação, falsas declarações e procedimento abusivo contra Nafissatou Diallo, a empregada do hotel Sofitel que há um ano o acusou de a ter agredido sexualmente em Nova Iorque, noticiou hoje o jornal americano 'New York Post'.

De acordo com o jornal, o ex-diretor-geral do FMI reclama uma indemnização de um milhão de dólares, pelo facto de ela ter "conhecimento de causa e intencionalmente ter prestado falsas declarações às forças da ordem" e de ter atentado contra a sua reputação a nível mundial, fazendo-o "perder oportunidades profissionais".

Nos documentos transmitidos à justiça e citados pelo jornal nova-iorquino, DSK, como é conhecido o político socialista em França, lembra que no momento dos factos ele era considerado "por muitos como sendo o próximo presidente francês".

Admitindo ter tido uma relação sexual "consentida" com Diallo, uma imigrante de 33 anos oriunda da Guiné-Conacri, DSK acusa-a de ter depois querido fazer "parecer que tinha sido agredida sexualmente". DSK lembra ainda que foi detido e "submetido a uma humilhação degradante", refere ainda o 'New York Post'.

DSK foi preso a 14 de maio de 2011 em Nova Iorque e depois libertado, quando o procurador arquivou as acusações contra ele em agosto por considerar que o testemunho da empregada de limpeza do Sofitel não era credível. Strauss-Khan, de 62 anos, regressou depois a França, com a mulher, Anne Sinclair.

No entanto, Nafissatou Diallo não desistiu da sua versão, tendo apresentado, com a ajuda de advogados, uma queixa civil contra DSK. Os advogados do ex-diretor do FMI pediram o arquivamento desta queixa, mas sem sucesso, pois a 1 de maio o tribunal do Bronx recusou arquivá-lo.

Seguem-se os próximos capítulos de um caso que arruinou as hipóteses de DSK ser o candidato socialista às presidenciais de França (agora ganhas por François Hollande) e lhe custou o cargo no FMI, tendo sido seguido pela opinião pública mundial.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG