Discurso de Breivik na Net indigna famílias das vítimas

Os advogados das famílias das vítimas de Anders Behring Breivik exigiram hoje a retirada da gravação do discurso do extremista de direita pronunciado no fim do seu processo e publicado na Internet, violando uma decisão da justiça norueguesa.

Afirmando tê-lo obtido junto de um deputado da direita populista norueguesa, à qual Breivik pertenceu durante uns tempos, um internauta alemão publicou no YouTube o registo sonoro do discurso proferido diante do tribunal de Oslo pelo autor dos atentados que há um ano fizeram 77 morto na Noruega.

Para evitar a propagação de as ideias do extremista de 33 anos, a justiça norueguesa proibiu qualquer retransmissão audiovisual das suas declarações, apesar de a imprensa estar autorizada a retransmitir por escrito as suas palavras.

Informada da presença da gravação - em norueguês - no YouTube, Mette Yvonne Larsen, advogada que representa as famílias das vítimas, exigiu a sua retirada. "Peço ao tribunal de Oslo que verifique se os factos evocados são condenáveis", declarou Larsen à AFP. E acrescentou: "Isso p+rova uma falta de respeito por uma decisão da justiça... e isso coloca outro problema na medida em que esse discurso é um apelo à violência transmitido por um indivíduo perigoso".

Num discurso de 45 minutos pronunciado no último dia do seu processo, Breivik afirmara ter feito os ataques para "proteger os noruegueses de raiz" contra o islão e o multiculturalismo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG