Direita favorita à vitória nas eleições da Noruega

A Noruega começou hoje a votar para escolher a nova composição do parlamento do país. A direita, liderada por partidos conservadores e um partido anti-imigração, está à frente nas intenções de voto.

Da Lapónia a Oslo, cerca de 2 mil quilómetros a sul, as cabines de voto abriram hoje às 09.00 (07.00 em Lisboa) para os 3,64 milhões de votantes noruegueses. Uma parte dos municípios abriu ontem e mais de 842 mil escolheram votar antecipadamente.

Os primeiros resultados deverão começar a ser conhecidos às 21.00.

As sondagens dão vitória clara do partido conservador, liderado por Ema Solberg. Este partido precisará, no entanto, do apoio do Partido do Progress (FRP), formação populista que defende uma política de imigração severa, e de outras duas pequenas formações de direita, os democratas cristãos e os liberais, para obter uma maioria no parlalmento. Segundo um jornal norueguês, uma coligação destes partidos reúne 54,3% das intenções de voto e assegurando assim uma maioria de 95 dos 169 lugares do Parlamento.

No poder desde 2005, a coligação de esquerda liderada pelo trabalhista Jens Stoltenberg está desgastada pelos anos de poder e pelas críticas à atuaçaõ das autoridades nos atentados levados a cabo pelo extremista de direita Anders Breivik, que custaram a vida a 77 pessoas.

No dia 22 de julho de 2011, Breivik fez explodir uma bomba junto à sede do governo, em Oslo, e atirou sobre um grupo de jovens trabalhistas reunidos na ilha de Utoeya.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG