Detidos 18 presumíveis membros da Sacra Coroa Unida

A polícia italiana deteve hoje 18 presumíveis membros da Sacra Coroa Unida, organização mafiosa baseada na região meridional da Apúlia, operação que já foi considerada a mais importante da última década na zona.

As detenções, segundo o chefe da polícia de Brindisi, Vincenzo Carella, decapitaram os clãs pertencentes à Sacra Coroa Unida, que tem sido responsável por graves acontecimentos criminais naquela província sulista.

Carella sublinhou a relevância da operação policial e assinalou que foi a mais importante realizada nos últimos dez anos "no território onde nasceu a criminalidade organizada da Apúlia". As detenções ocorreram em diferentes localidades da província de Brindisi, como Mesange e Francavilla Fontana, bem como na capital provincial.

No total, foram emitidos 28 mandados de captura, se bem que dez destes respeitassem a pessoas já detidas por outras razões. Além da Sacra Coroa Unida, no Sul da Itália operam ainda a calabresa Ndrangheta, a siciliana Cosa Nostra e a napolitana Camorra.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG