"Darth Vader" visita mercado em Kiev

"Darth Vader", membro do Partido da Internet na Ucrânia, apresentou hoje os documentos necessários à sua candidatura às eleições presidenciais ucranianas de 25 de maio na Comissão Central Eleitoral em Kiev. Mas segundo adiantou a AFP, a candidatura do "Darth Vader" às eleições de 25 de maio, foi recusada.

De fato semelhante ao da personagem da 'Guerra das Estrelas', "Darth Vader" visitou o mercado junto à Comissão Eleitoral Central. Saudou vendedores do mercado ali perto, atestou a qualidade dos produtos à venda, falou com agentes das forças de segurança e até cumprimentou bebés, segundo mostraram fotografias captadas por um fotógrafo da Reuters.

Segundo a Comissão Central Eleitoral, o "Darth Vader" apresentou documentos falsos, em nome de um tal Viktor Chevchenko. Mas, segundo as autoridades eleitorais, o "Darth Vader" é, na realidade, uma pessoa nascida em 1956, em Kiev, que trabalha como técnico numa universidade.

A campanha para as presidenciais ucranianas acelerou com a candidatura da ex-primeira-ministra Iulia Timochenko, que tem 53 anos e parece determinada a levar a cabo uma espécie de vingança, depois de, em 2010, ter sido derrotada por Viktor Ianukovitch.

Petro Porochenko, milionário cujo império familiar vai do chocolate aos media, tem sido apresentado como favorito. Foi o único oligarca a apoiar abertamente a contestação pró-europeia. Recebeu o apoio do ex-boxista Vitali Klitschko, que entretanto retirou a sua candidatura.

Em baixo nas sondagens, o Partido das Regiões, do Presidente deposto Ianukovitch, apresenta como candidato às presidenciais Mikhailo Dobkine, antigo governador da região russófona de Kharkhiv (no leste).

Do lado dos nacionalistas, o partido Svoboda (liberdade) apoia a candidatura do seu líder, Oleg Tiagnibok, e o grupo extremista Pravy Sektor (Setor de Direita) apoia a candidatura de Dmytro Iaroch.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG