Breivik prepara discurso para veredicto na sexta-feira

Anders Behring Breivik, o extremista norueguês que, a 22 de julho de 2011, matou 77 pessoas em Oslo e na ilha de Utoya, conhecerá o veredicto do tribunal que o está a julgar esta sexta-feira e pretende fazer um comentário ao mesmo.

O extremista de 33 anos é o autor confesso dos atentados mas pediu para ser ilibado das acusações de terrorismo, alegando que estava a defender a Noruega do multiculturalismo e da imigração. A questão é se os cinco juízes do tribunal de primeira instância o vão considerar penalmente responsável ou não.

Breivik incorre numa pena que pode ir até 21 anos de prisão (a pena máxima na Noruega) ou poderá ser internado num centro psiquiátrico, enquanto for considerado uma ameaça, o que pode significar, para o resta da sua vida.

Segundo o seu advogado, o norueguês preparou discursos para os dois casos. "Ele quer ser responsabilizado e esta continua a ser a principal questão para ele. Ele pensou sobre o que vai dizer aos juízes e, portanto, preparou algumas linhas para qualquer eventualidade", afirmou Geir Lippestad, citado pela AFP.

Não é, no entanto, certo que o tribunal lhe permita falar publicamente. Para evitar a propagação de ideias extremistas, a justiça norueguesa proibiu, em julho, qualquer retransmissão audiovisual das declarações do réu

No ano passado, a avaliação psiquiátrica oficial concluiu que Breivik sofre de esquizofrenia paranóide. No entanto, esse diagnóstico foi invalidado numa segunda avaliação que o considerou penalmente responsável.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG