Barroso na lista de potenciais alvos de assassino norueguês

'2083: Uma Declaração da Independência Europeia' tem 1518 páginas e está a ser atribuída a Anders Behring Breivik, o fundamentalista cristão que na sexta-feira matou 93 pessoas

Durão Barroso surge como exemplo de figuras que poderiam ser alvo de ameaças ou até de acções terroristas num manifesto que apareceu na internet e está a ser atribuído pelos media noruegueses e pelas agências internacionais a Anders Behring Breivik, o fundamentalista cristão, de 32 anos, que na sexta-feira matou 93 pessoas no centro de Oslo e na ilha de Utoya.

(Veja o vídeo colocado no YouTube em que o "manifesto" é resumido)

"2083: Uma Declaração da Independência Europeia" tem 1518 páginas e é um misto de opiniões pessoais e de transcrições de textos da autoria de outras pessoas. No documento, o assassino que já confessou a autoria do massacre e vai hoje a tribunal, descreve ao pormenor a forma como planeou tudo.

Breivik, que no documento escrito em inglês é Andrew Berwick, explica que a barbárie teve como objectivo lançar "uma guerra preventiva contra os regimes marxistas-multiculturalistas da Europa e enfraquecer a invasão-colonização islâmica em curso".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG