Alemanha quer empregar licenciados portugueses

Os democratas-cristãos alemães da chanceler Angela Merkel querem compensar a falta de quadros técnicos atraindo jovens de Portugal e Espanha para o mercado de trabalho germânico.

Os planos teriam sido gizados recentemente por um grupo de políticos conservadores, noticiou no sábado o semanário Der Spiegel na sua edição online.

"No sul e no leste da Europa há muitos jovens desempregados que procuram urgentemente trabalho", disse ao Der Spiegel o vice-presidente do grupo parlamentar democrata-cristão, Michael Fuchs.

O plano de atrair jovens portugueses qualificados merece as preferências da principal força política do governo sobretudo para trabalhadores entre os 27 países membros, de acordo com o semanário alemão.

"É melhor ir buscar força de trabalho à Europa do que ter de mudar de novo a lei de imigração para permitir a entrada de pessoas de outras regiões", justificou Max Straubinger, dirigente político da União Social Cristã (CSU) da Baviera.

O mesmo responsável sugeriu que o governo federal apoie iniciativas de angariação de quadros técnicos ibéricos.

O Der Spiegel revela ainda que a chanceler Angela Merkel também se mostrou aberta à ideia, e que o tema estará na agenda das próximas consultas entre os governos alemão e espanhol.

Na Alemanha existem quase sete milhões de imigrantes, dos quais 116 mil são portugueses.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG